do lado esquerdo do peito

breakfast-in-the-open-1913(1)

por Mariana Paiva

Ainda bem que ninguém dá presente hoje. É dia do amigo e a amizade come mesmo é coisa cotidiana: uma cartinha cheia de sementes de agrião, um telefone que toca quase meia noite quando precisam de você, um ouvido, um abraço. Um dia em que você não tá bem e alguém lhe aparece com umas sementes de pimenta fálica pra você plantar e dar risada. É contar o presente de aniversário antes da hora porque a amiga sabe que você vai ficar feliz antecipadamente em saber que é uma cabeça de unicórnio. É uma taça de vinho, uma palavra, uma carta que viaja por continentes até chegar aqui. É um sonho de semente de coentro e um amor tão grande, tão maior. É tanta coisa que não dá pra contar. Um  encontro que dispensa palavras e deixa tudo em suspenso: a amizade.

Há os dias bons e os dias nem tão bons assim. Esses últimos são matéria de tempo, é só ele é quem pode com certas questões. Mas um dia, então outro dia, e quem sabe um reencontro. Amizade também é pra dizer isso: há pontos finais que merecem seguimento. O coração é que sabe quando sim e quando não.

Para as saudades, uma música de Milton sempre presente. É coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito. O mundo tão complicado e esse amor de amigo pronto a acolher, aconchegar, fazer verão. Nesse assunto ninguém precisa dar nome aos bois: quem é sabe (como diz o povo das indiretas). As mãos dadas na vida não deixam negar.

 E um dia pra comemorar sendo pequeno demais para caber a espera, o riso solto, os encontros de quem sabe que, se há um destino bom nessa vida, é o de viver junto. Ninguém é uma ilha. Mas se por acaso eu for uma, que seja uma Itaparica cheia de meus melhores amigos, tomando água de coco e falando bobagens, me fantasiando de festa todo dia, que essa vida não é pra menos. Ser feliz deve ser alguma coisa como isso: boa companhia, o mar indo e vindo e a vida acontecendo – seja lá como for.

* a pintura é “Breakfast in the Open”, de Carl Larsson
Advertisements

One thought on “do lado esquerdo do peito

  1. blogdojoaodellaglio says:

    Mari, lindo texto!!!
    Eu e Guth estamos morando na Ilha de Itaparica. Quando quiser é só aparecer. Venha e traga Mema para matarmos as SAUDADES.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: