O binômio Ponyo-Gil

Image

*

É a sua vida que eu quero bordar na minha. Gilberto Gil escreveu A Linha e o Linho muito antes de Hayao Miyazaki fazer a animação Ponyo. Mas os dois falavam da mesma coisa: certeza. Aquilo que o pessoal do Cirque du Soleil parece ter de sobra quando se lança de um balanço a outro. A gente fica boquiaberto na plateia porque não acredita. Queria ter aquela coragem de pular assim, sem rede e de olhos abertos, capaz de saborear cada instante no ar.

Ponyo é o momento anterior. O garotinho Sosuke encontra a peixinha dourada e enche o baldinho verde com água para não deixa-la morrer. Essa parte é simples. Mas a história de Ponyo (já que esse é o nome que ela ganha de Sosuke) guarda outros segredos: ela quer transcender, encontrar o universo desconhecido dos humanos, quer ter mãos e pés. Conhece o gosto do presunto e começa a querer os outros. Ponyo não vacila: confrontada com tudo o que vivia antes, decide ir adiante em seu desejo. E é só por isso que ela acorda.

O que Gil canta é esse momento: a escolha. A música começa no que seria o fim de tantas outras, é sua vida que eu quero bordar na minha. Intransitivo, definitivo. O que vem a seguir na letra é apenas complemento, tudo lindo, porém desnecessário. Gil simula como seria, passo a passo. Mas essa parte é só imaginação. O que vale está dito ali, na primeira frase da música, como também no momento em que Ponyo aprende a falar para ficar mais perto de Sosuke. Sua primeira frase é de amor. E desde então já está tudo decidido (mesmo que o filme tenha acabado de começar)

*

Advertisements
Tagged , , , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: